sexta-feira, 18 de junho de 2010

como se fosse um anjo; algo que não tem explicação. Mas eu realmente queria gostar de você como você gosta de mim. Não é intenso, mas é bom. Quando eu estou sem nenhum motivo pra sorrir, você aparece, me fazendo acreditar que eu faço falta, que há alguém que se importa comigo, e que qualquer garoto que não me queira é um louco[...] sim, você exagera, e me faz rir; me faz rir nos dias em que eu não tenho motivo nenhum pra sorrir, me faz bem nos dias em que eu acordo pensando em sumir, em não ver ninguém, nos dias em que eu apenas quero o meu travesseiro como companhia e minha vontade é chorar e deixar que as lágrimas me esquentem, mesmo ardendo, e então eu protesto, não atendo telefones, sumo da internet, e o que acontece? Você aparece, como se eu tivesse acabado de falar pra você ir me ver, e então você vê a minha expressão emburrada, meus olhos inchados e me abraça, como se eu tivesse te aceitado ali, te implorado pra ficar, você me protege, me conforta, e me solta apenas quando me sente um pouco mais segura, quando minhas lágrimas molham o seu ombro, quando você percebe que já esta aberta a ferida, que já esta sangrando, você me solta e tenta fazer com que ela cicatrize, novamente, mas você não me olha como se estivesse cançado de tentar, você me olha como se nunca fosse desistir, e quando eu te agradeço você sorri, como se eu fosse a parte boa da história e me diz que enquanto você existir você estará ali. E neste momento, como eu posso pedir alguém que não me quer sendo que na minha frente tem um anjo, que não faz minhas pernas tremerem, que não faz meu coração sair pela boca, que não me deixa ansiosa; mas me traz paz, me supreende, e não me deixa não chão. Eu preciso fazer á você, o bem que você me faz.

Um comentário:

  1. é muuito perfeitoo *-*
    eeeeeuuuuuuu ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiii

    ResponderExcluir